Menu fechado

Albert Einstein

Albert Einstein

Albert Einstein: O século XX foi um período de avanço tecnocientífico avassalador, a chegada do homem na lua, a construção de satélites, computadores e celulares. Albert Einstein colaborou para esse grande avanço com suas teorias. Colocou os pés da comunidade científica do final do século XIX de volta ao chão, muitos acreditavam que a ciência não tinha para onde avançar, que eles já haviam descoberto praticamente tudo, mas os estudos de Albert Einstein, assim como o de vários outros cientista provaram que a comunidade científica estava redondamente enganada.

Albert Einstein foi que desenvolveu um das mais famosas fórmulas físicas: E = MC². É importante ressaltar que essa fórmula não diz que energia pode virar massa, ela expressa uma relação quantitativa entre essas grandezas.

Albert Einstein contribuiu com mais de três centenas de trabalhos acadêmicos, um volume impressionante, sendo que seus estudos a respeito do efeito fotoelétrico, excitação de elétrons por meio da luz, lhe rendeu um prêmio nobel de física. Albert Einstein foi eleito a personalidade do século XX e também é considerado o físico mais importante de todos os tempos, embora esse ponto seja bem subjetivo e deve-se ponderar as condições e aparelhagem que cada físico tinha em seu tempo. Mas o fato dele estar entre os maiores é inquestionável.

A biografia de Albert Einstein

A biografia de Albert Einstein tem como marco inicial o décimo quarto dia do mês de Março do ano de 1879. O pisciano tem como origem a cidade de Ulm, que pertence a território germânico, segundo a biografia de Albert Einstein. Ele possuía nacionalidade de três países diferentes e seus progenitores foram Pauline Koch, que foi sua mãe, e Hermann Einstein, que foi seu pai, que além de comerciante era engenheiro também.

Conta a biografia de Albert Einstein que ele ainda jovem se mudou para o centro econômico alemão, Munique, onde sua família deu início a uma oficina de equipamentos elétricos. Mesmo tendo origem judaica, os primeiros anos de estudo foram realizados em uma instituição católica. Posteriormente foi transferido para um colégio onde concluiu seus estudos elementares, e hoje essa instituição de ensino leva seu nome. Segundo a biografia de Albert Einstein, foi seu tio, e um inquilino estudante de medicina que despertaram o interesse do garoto pela ciência e o mundo acadêmico.

A história de Albert Einstein

A história de Albert Einstein conta que os negócios de sua família acabaram por falir, e sua família migrou para Itália, permanecendo apenas ele na Alemanha para completar seus estudos elementares. Ele teve atrito com a estrutura acadêmica e resolveu juntar-se posteriormente a sua família, indo todos para território suíço. Conta a história de Albert Einstein que ele, malandramente, abriu mão de sua cidadania suíça para não servir o exército, concluiu seus estudos e ingressou na Universidade Politécnica Suíça de forma precoce, mais jovem que a maioria de seus colegas.

Onde Albert Einstein morou?

Ele morou em diversos países, Alemanha (que foi sua terra natal), Itália, Suíça e Estado Unidos da América.

Onde Albert Einstein estudou?

Seus estudos mais importantes foram frequentados em território suíço, na universidade de Zurique.

Onde ALbert Einstein se formou?

Ele acabou por se formar no Instituto de Tecnologia de Zurique, na escola politécnica suíça. Que faz parte da Universidade de Zurique.

De acordo com a história de Albert Einstein, foi no período universitário que ele conheceu M. Maric, sua esposa. Com ela teve três filhos. Sua vida acadêmica teve sequência, ele passou a publicar suas pesquisas e consequentemente recebeu status de celebridade a nível global. Passando a viajar por diversos países do mundo, inclusive o Brasil. Ele estava nos EUA quando Hitler assumiu o poder na Alemanha. Conseguiu sua cidadania americana para se estabelecer no país em decorrência da perseguição que seu povo enfrentava em seu país natal (ele era judeu), segundo a história de Albert Einstein. Lá ele continuou a contribuir para ciência e passou os últimos anos de sua vida. Ele faleceu em Nova Jersey em Abril de 1955, aos setenta e seis anos de idade.

Como Albert Einstein pensava?

Alguns manuscritos e cartas que Albert Einstein enviava a seus amigos cientistas ao redor do mundo mostram um pouco como ele pensava. Muitas pessoas acham que por ser cientista e físico ele não pensava em mais nada além da ciência. Entretanto isso não é verdade, ele demonstrava preocupação com a política alemã no período entre guerras, e durante a segunda grande guerra também. Ele se posicionava politicamente. Outro ponto que não é muito explícito é que além de persistente, ele necessitava ser criativo para elaborar suas teorias. Muitos pensam que é só sentar e estudar, mas elaborar algo, principalmente teorias revolucionárias exige muito da capacidade criativa e poder de abstração de ideias.

As invenções de Albert Einstein

Entre as invenções de Albert Einstein está o teoria do efeito fotoelétrico. Foi com esse estudo que ele ganhou o prêmio nobel e visibilidade no mundo acadêmico. A princípio, poucos cientistas acreditavam em suas teorias, mas Max Planck o apoiou (esse também recebeu um prêmio Nobel). Inclusive a pesquisa de ambos se cruzam, e junto às pesquisas de Niels Bohr dão origem ao que hoje é chamado de física quântica. Porém, as invenções de Albert Einstein foram além, e uma delas se tornou muito famosa.

Outra entre as invenções de Albert Einstein é a teoria de relatividade, que surgiu em decorrência de seus estudos e acabou se tornando mais famosa que as próprias pesquisas do lhe renderam a premiação máxima da ciência. Nela é abordada um pouco sobre a dilatação de tempo e espaço além da relação que isso causa entre massa e energia, que é representada por uma das mais famosas fórmulas da história. Podemos ver que as invenções de Albert Einstein são mais contribuições acadêmicas que invenções em si.

As frases de Albert Einstein

As frases de Albert Einstein aqui citadas estarão em discurso indireto. Numa delas ele diz que se sua teoria for bem sucedida, a Alemanha lembrará que ele é oriundo de lá, enquanto a França afirmara que ele pertence ao mundo. Entretanto se ela não for bem sucedida, a França dirá que ele é originário da Alemanha, e está pontuará que ele era judeu. Essa entre as frases de Albert Einstein é a que mais se assemelha a um ditado, que diz que filho bonito, todo mundo é pai.

Em outra de as frases de Albert Einstein, ele diz que a educação deve se preocupar em formar um indivíduo para ser livre e pensante, de forma independente. Essa frase parece ser bem atual, pois realmente quanto mais informação um indivíduo tem, mais artifícios para pensar de forma própria ele terá, e isso o tornará um pessoa cada vez mais livre e independente em relação a outros indivíduos.

Um resumo sobre Albert Einstein

A palavra que melhor resume Albert Einstein é genialidade. Ele foi certamente um dos maiores cientista da história, suas conquistas acadêmicas pessoais foram conquistas para a comunidade científica, pois através de seus estudos, muitos outros cientistas puderam se apoiar a fim de que essa produção de conhecimento nunca termine. Sua fórmula é motivo para muitas tatuagens, mesmo que nem todos consigam compreender o que ele realmente diz. Além de seu cabelo servir de modelo para estereótipo de cientista maluco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *