Menu fechado

Aristóteles

Aristóteles

Aristóteles: Durante o período clássico grego três grandes filósofos se destacaram, em ordem cronológica: Sócrates, Platão e Aristóteles. Este último será quem receberá a nossa atenção ao longo deste texto. Grande frequentador das ágoras, Aristóteles é um dos mais famosos filósofos da história além de um dos mais influentes. Sua interferência na filosofia foi tão importante que mais de dois mil e trezentos anos após a sua morte estamos escrevendo um texto sobre ele.

Aristóteles foi um dos pupilos de Platão, e foi um dos mentores de Alexandre, o grande, homem que conquistaria inúmeros territórios.

O filósofo Aristóteles tinha uma gama enorme de temas no qual se empenhava. Diversos assuntos foram abordados por ele, como compreender o que são os fenômenos da natureza, por que eles ocorrem? A retórica, arte de falar e convencer, também era um dos focos de estudo de Aristóteles. Na Grécia antiga muitos dos conhecimentos eram passados de forma oral, logo uma retórica convincente era fundamental para poder persuadir seus interlocutores.

A biografia de Aristóteles

Sabemos que a biografia de Aristóteles tem como o seu longínquo ponto de partida o ano de trezentos e oitenta e quatro antes de Cristo. Sendo que o local de nascimento do grande filósofo foi a cidade de Estagira, que pertencia a terras macedônicas, mas atualmente é território grego. Conta a biografia de Aristóteles é filho de Nicômaco, e seu interesse pelo estudo bio e fisiológico teria surgido ainda em sua terra natal.

Segundo a biografia de Aristóteles, a sua infância e a maior parte da adolescência teriam sido passadas na cidade em que foi oriundo. Já no final de sua adolescência ele dirigiu-se para a cidade estado Atenas, hoje capital da Grécia. Naquele período, de acordo com a biografia de Aristóteles, a cidade era também um núcleo artístico, cultural e intelectual. E seus objetivos nesse deslocamento é conseguir dar sequência a seus estudos. Sendo o local escolhido para isso a academia platônica.

A história de Aristóteles

Segundo a história de Aristóteles, o filósofo Platão foi o seu grande mentor, embora após a morte de seu mestre ele tenha passado por outras escolas e academias. Por consequência disso, suas ideias receberam influência indireta das ideias de Sócrates, que havia sido o mentor de Platão, segundo a história de Aristóteles. Ponto interessante é que a academia platônica não era aberta a todas as pessoas, mas ela não cobrava para que as aulas/palestras pudessem ser presenciadas. Bastaria ser aceito nas condições que ela exigia para poder acompanhar os debates e soluções que dentro dela ocorriam.

Onde Aristóteles nasceu?

O filósofo Aristóteles nasceu em território macedônico, na época, que hoje é grego. A cidade de Estagira.

Onde Aristóteles viveu?

A maior parte de sua vida, pelo menos a que é registrada, ele passou em território grego. A ágora e as praças públicas eram os lugares onde se debatiam ideias, e consequentemente local onde ele poderia ser encontrado.

Onde Aristóteles morreu?

O filósofo faleceu na polis Atena, principal cidade estado grega, no ano de 322 a.C..

Conta a história de Aristóteles que o ilustre pensador foi convidado pelo até então rei da Macedônia, Felipe segundo, para lecionar o príncipe Alexandre. O rei tinha o desejo de que a alteza acima do poder, tivesse conhecimento e requinte para um dia assumir o trono. Consoante a história de Aristóteles, há quem diga que ele ficou com o garoto por dois, quatro, sete ou oito anos. Porém, o que realmente importa é que o garoto viria a tornar-se Alexandre, o grande. Uma das mais poderosas, astutas e conquistadoras personalidades que o mundo já viu.

Aristóteles Atheniense

Um ateniense não era qualquer pessoa que vivia ou que nascia em Atenas. Para o indivíduo ser considerado cidadão ateniense e participar de sua democracia, ele necessitava ter alguns pré-requisitos como: ser homem, maior de dezoito anos, ser livre e descender de pai e mãe nascidos em Atenas. Aristóteles teve problemas com cidadãos atenienses no fim da vida. Quando Alexandre morreu, os macedônios e pessoas gostavam dele foram perseguidos, incluindo Aristóteles que fugiu de Atenas para não ser morto. Aristóteles não era ateniense, isso o impediu de assumir o lugar de Platão na escola platônica.

Principais ideias de Aristóteles

Dentre as principais ideias de Aristóteles existe a criação do famoso “Liceu”, que nada mais era do que uma escola. Ele proporcionou uma experiência tanto para seus discípulos como para o povo, por que existiriam aulas abertas. Algumas das principais ideias de Aristóteles deram origem a algumas ciências posteriores, como a própria biologia. Ele não foi fundador, mas teve colaborações para a física.

Entre as principais ideias de Aristóteles está uma que diz que o conhecimento deve ser buscado no nosso mundo. Esse pensamento ia de encontro ao de seu mestre, Platão, que idealizava um mundo perfeito, chamado de mundo das ideias. E era de lá que se tirava o conhecimento para aplicar no mundo sensível, que não é perfeito. O mundo sensível tenta ser uma cópia do das ideias, mas não atinge a perfeição. É nesse mundo perto que nós vivemos. Outras das principais ideias de Aristóteles deram recursos para que posteriormente a psicologia fosse estruturada.

Frases de Aristóteles

Obviamente as frases de Aristóteles foram muitas, até por que na Grécia clássica uma parcela considerável dos conhecimento era passada adiante de forma oral, até por isso o estudo a dialética e da oratória eram extremamente importantes e valorizados. Às vezes sendo mais importante ser convincente que correto, vide exemplo a fama dos sofistas e a rivalidade que tinham com Sócrates. A seguir iremos selecionar algumas das frases de Aristóteles, ou que pelo menos são atribuídas a ele.

A primeira dentre as frases de Aristóteles que escolhemos é: “Considero mais corajoso alguém que vence seus desejos que aquele que conquista seus inimigos, porque a vitória mais difícil é a vitória sobre si mesmo. ”, essa frase faz referência ao autoconhecimento. A segunda entre as frases de Aristóteles é: “Inteligência não é apenas conhecimento, mas também a capacidade de aplicar os conhecimentos adquiridos.”, essa sentença é referente a capacidade de manusear o conhecimento adquirido, ele pouco vale se não tem utilidade, usabilidade.

A política de Aristóteles

Para o filósofo Aristóteles existia uma grande relação entre a moral e a política. Pois o estado tinha como finalidade atingir a virtude. Por isso era necessário reunir os meios para que os cidadãos obtivessem uma verdadeira formação moral. Para tentar esclarecer melhor, a política estaria em relação para a sociedade assim como a moral estaria em relação para o indivíduo. Lembrando que esse cidadão não seria qualquer pessoa, ele deveria ser um cidadão ateniense. Um escravo por exemplo deveria exercer sua função de escravo e isso seria natural, para a política aristotélica. O conceito de democracia ateniense e muito distante do conceito atual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *