Menu fechado

Cecília Meireles

Cecília Meireles

Cecília Meireles: Ela é considerada uma das maiores poetisas do Brasil, se não a maior de delas. Só podemos estar falando de Cecília Meireles. Uma mulher mais que polivalente. Como se não fosse o bastante escrever poemas, ela também lecionava em escolas primárias, pintava e desenvolvia crônicas para os jornais. Cecília Meireles compôs uma ampla lista de obras, incluindo livros paradidáticos voltados ao público infantil.

Cecília Meireles é considerada por muitos a principal poetisa brasileira, por consequência também uma das mais importantes poetas da língua portuguesa.

Cecília Meireles também elaborava colunas para periódicos. Nesse período, uma boa parte de seus textos eram voltados para a educação. Ela teve um período em que morou nos Estados Unidos da América, e fazia constantes viagens, isso lhe proporcionou bastante experiência de vida, por isso não era incomum que surgissem colunas de autoria de Cecília Meireles que abordavam um pouco sobre as suas constantes viagens nos jornais.

A biografia de Cecília Meireles

A biografia de Cecília Meireles tem como marco inicial o sétimo dia do mês de Novembro do ano de 1901. A escorpiana teve como local de origem a cidade maravilhosa, Rio de Janeiro, segundo a biografia de Cecília Meireles. Surgiu no bairro de Rio Comprido, e foi fruto do relacionamento do casal Mathilde B. Meireles, que lecionava no ensino primário da rede pública, com o funcionário público Carlos Alberto de C. Meireles, que trabalhava na mais antiga instituição financeira do país, o banco do Brasil.

Segundo a biografia de Cecília Meireles, ela possui três irmãos, porém todos faleceram antes dela nascer. Muito jovem ela perdeu a sua mãe, em decorrência desse fato ela passou a morar com sua avó por parte de mãe, que era portuguesa de nascença. Ao concluir o ensino fundamental no Rio de Janeiro ela recebeu sua primeira honraria, que veio das mão do escritor Olavo Bilac, de acordo com a biografia de Cecília Meireles, que lhe foi entregue pelo ótimo desempenho acadêmico.

A história de Cecília Meireles

A história de Cecília Meireles conta que desde a época do ensino fundamental ela possuía afinidade com os livros e a música. Foi solitária na infância, pois sua avó a mantinha muito tempo dentro de casa. Segundo a história de Cecília Meireles, essa condição de não se relacionar muito com outra crianças atribuíram dois aspectos que a ela eram positivos, seriam eles tanto a solidão como também o silêncio. Quando ela teve que optar entre os textos e a música, ela resolveu abraçar a literatura.

Onde nasceu Cecília Meireles?

A poeta Cecília Meireles é oriunda da zona norte da cidade do Rio de Janeiro, até então capital brasileira.

Onde viveu Cecília Meireles?

A cronista viveu no rio de Janeiro uma boa parte de sua vida, mas teve uma passagem pelos EUA.

Como Cecília Meireles morreu?

Cecília Meireles veio a óbito em decorrência de complicações com um câncer estomacal, faleceu em sua cidade natal, em Novembro de 1964.

De acordo com a história de Cecília Meireles, ela formou-se extremamente jovem, com 16 anos de idade, e foi oradora em sua turma na Escola Normal do Distrito Federal, no Rio de Janeiro no ano de 1917. No ano seguinte ela já estava lecionando. Segundo a história de Cecília Meireles, ela casou-se com Fernando C. Dias, que origem europeia. Esse casamento a aproximou da literatura portuguesa. A essa altura da vida, a poeta já publicava livros e o casal deu origem a três filha, curiosamente todas com nomes compostos iniciando por Maria.

As obras de Cecília Meireles

As obras de Cecília Meireles em sua grande parte estão concentradas na literatura, embora a música esteja muito presente. O movimento ao qual fez parte foi o modernismo, na segunda geração que era menos radical em relação a primeira. Ela gostava do estilo estrutural clássico e usufruía da musicalidade em seus poemas, que tinham influência da literatura portuguesa por parte de seu marido e avó materna que provinham de lá. O contraste entre efemeridade e eternidade são bastante incidentes em sua obra. Assim como o amor e a morte também marcam presença, esta última em decorrência da perda precoce da mãe.

Os livros de Cecília Meireles

Os livros de Cecília Meireles começaram a ser publicados enquanto a poetisa tinha apenas dezoito anos de idade. A obra se chamava “Espectros” e os corpo dos textos eram formados pela tradicionalíssima estrutura de sonetos, cujo temas como mitologia e religiosidade estavam presentes e foram compostos durante sua graduação. Os livros de Cecília Meireles tiveram um hiato de quatro anos do lançamento do primeiro para o segundo. Porém no mesmo ano em que o segundo título da escritora foi lançado outras duas publicações de autoria dela foram publicados também.

Entre os livros de Cecília Meireles um que chama bastante atenção é o “Romanceiro da Inconfidência”, a obra conta com um compilado de poemas de autoria da poetisa que contam a história do estado de Minas Gerais, desde o período colonial em que a economia do estado girava em torno da mineração e do trabalho escravo até o famoso episódio da Inconfidência Mineira, que culminou na morte de Tiradentes. Os livros de Cecília Meireles somam 54 obras, que contam com coletâneas, poesia e livros paradidáticos, estes últimos voltados ao público infantil..

Os poemas de Cecília Meireles

Os poemas de Cecília Meireles estão cheios de musicalidade. Ela, de forma geral, gostava de usar estruturas já consagradas e um que chama atenção é “Motivo”, no texto está presente a função metalinguística, já que ele fala da vida da escritora, e para ela poesia era a própria vida. Ao longo desta obra é possível perceber a estrutura de rimas ABAB ao longo do soneto, isso não é novidade para os poemas de Cecília Meireles.

Outro entre os poemas de Cecília Meireles é “Despedida”, em que a efemeridade está presente, o texto chega a ser melancólico e os versos são dispostos de forma a parecer que o eu lírico está conversando com alguém. O jogo de rimas ABAB novamente está presente no texto, nele o jogo de palavras constantemente formam figuras de oposição como a antítese. Os poemas de Cecília Meireles são recheados de figuras de linguagem.

Os poemas de amor de Cecília Meireles

O tema amor está bem presente nas obras de Cecília Meireles. Um dos mais famosos deles é o poema “Canção”, que é relativamente curto e de fácil compreensão. No texto o eu lírico clama por amor, precisa dele, quase implora pelo retorno da pessoa amada. No poema a presença de outros temas recorrentes nas obras da escritora como a efemeridade e a morte podem ser facilmente identificados. Esse é um ótimo poema para começar a apreciar as obras de Cecília Meireles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *