Menu fechado

Paulo Coelho

Paulo Coelho

Paulo Coelho: Ele é o autor da obra literária brasileira mais vendida no mundo em todos os tempos. Só podemos estar falando de Paulo Coelho. O escritor brasileiro mais popular do mundo e escritor de best-seller também tem sua contribuição para a música popular brasileira. Paulo Coelho firmou uma parceria com o saudoso Raul Seixas, e o ajudou a compor algumas letras como “Eu nasci a dez mil anos atrás” e o sucesso “Sociedade alternativa”

O livro o Alquimista do autor Paulo Coelho vendeu mais que uma centena e meia de milhões de cópias. Conseguindo ultrapassar em número de vendas livros extremamente populares do adaptações cinematográficas, como “O Senhor dos anéis”.

O autor Paulo Coelho conseguiu ser nomeado na academia brasileira de letras. Algo que foi até que surpreendente, pois a academia tinha um histórico rígido a respeito de escritores mais populares com o público, como por exemplo: o boêmio Vinicius de Moraes e o complexo Carlos Drummond de Andrade. Algo que é mais curioso, é que os textos de Paulo Coelho tem uma linguagem bem simples, o que ajuda a ser compreendido por uma parcela muito maior da população que os textos dos outros dois gigantes citados.

A biografia de Paulo Coelho

A biografia de Paulo Coelho tem como ponto de partida cronológico o vigésimo quarto dia do mês de Agosto do ano de 1947. O virginiano pertence ao final da primeira metade do século XX. Já partindo de um ponto de vista localizacional, a biografia de Paulo Coelho tem sua gênese na cidade maravilhosa, o Rio de Janeiro, que até então era a capital do país, e desde cedo apresentava vontade de escrever, uma prova disso é que fazia diário quando criança.

Segundo a biografia de Paulo Coelho, o renomado escritor foi o resultado da união entre Pedro Paulo Q. Coelho de Souza com Lygia Araripe. Ele cresceu numa família com ótimas condições financeiras, de classe alta. Uma curiosidade de sua árvore genealógica é que ele descende de Bárbara de Alencar, que além de ser um dos nomes mais importantes ao longo da revolução pernambucana, era avó de um um tal escritor brasileiro chamado José de Alencar. Talvez a arte de escrever seja hereditária nesse caso, segundo a biografia de Paulo Coelho.

A história de Paulo Coelho

A história de Paulo Coelho nos conta que além da tendência de escrever, ele pode frequentar desde jovem uma das mais tradicionais instituições de ensino do país, o Colégio Santo Inácio, localizado no município do Rio de Janeiro. De acordo com a história de Paulo Coelho, ele disputava competições de poesia e acompanhava grupos de teatro no colégio, porém teve sua adolescência conturbado, pois seu pai abominava a ideia de seguir carreira literária, gostaria que o filho fosse engenheiro. Além da mãe o desestimular a seguir escrevendo. O confronto de ideias e a pressão feita pelos pais desencadearam depressão no jovem, que precisou frequentar uma clínica de repouso.

Onde nasceu Paulo Coelho?

Paulo Coelho é um tradicional carioca, ele é oriundo da cidade do Rio de Janeiro. Da época em que o município ainda era capital.

Onde mora Paulo Coelho?

Paulo Coelho vive na Suíça, num apartamento de dois andares no nobre bairro do Champel. Sua residência possui aproximadamente setecentos metros quadrados.

Como Paulo Coelho ficou rico?

Além de ter descendido de uma família com poder aquisitivo alto, o escritor Paulo Coelho é recordista de vendas, com mais de 210 milhões de cópias e traduções em aproximadamente setenta línguas. Ele ganha em cada tradução e cada venda.

A história de Paulo Coelho nos diz que durante os anos sessenta ele passa a frequentar o meio artístico, tendo uma passagem não tão brilhante pelo teatro. Na próxima década, enquanto ele exerce a profissão de jornalista, conhece Raul Seixas, que o insere no meio artístico. Eles firmam parcerias, que resultam em alguns sucessos para o cantor maluco beleza. Segundo a história de Paulo Coelho é apenas na década de oitenta que o escritor começa e lançar seus livros, e adota o ofício que o tornaria um dos brasileiros mais famosos no mundo todo.

A fortuna de Paulo Coelho

A fortuna de Paulo Coelho é grande. Não por acaso o escritor e jornalista vive em um dos mais nobres bairros suíços, em um apartamento gigantesco. O escritor possui dezenas de condecorações e premiações por suas obras. Mas a maior parte decorre do impressionante volume de vendas. A cada unidade vendida ele recebe uma parcela, além de contratos para que o livro se traduzido para outros idiomas, que totalizam mais de 70 línguas diferentes. Com mais de 210 milhões de exemplares vendidos, ele está no top três de escritores mais vendidos no mundo, situação que por si só o permitiria acumular uma bela fortuna, apenas com suas vendas.

As frases de Paulo Coelho

As frases de Paulo Coelho são bem valorizadas, até porque é um escritor de renome, sendo algumas delas bem célebres, como: “Nada errado em parecer idiota, se o que você está fazendo é inteligente.” Ou seja, não importa a aparência, o que realmente vale é a intenção. “As pessoas mudam quando se dão conta do potencial que têm para mudar as coisas”, ou seja, as pessoas precisam se dar conta de seus potenciais, porém existem diversas outras frases de Paulo Coelho.

Parar para pensar sobre as frases de Paulo Coelho pode ser bem reflexivo: “Escolher um caminho significa abandonar os outros, querer percorrer todos os caminhos possíveis é acabar não percorrendo nenhum”. Tomar decisões é fundamental, não é possível fazer tudo ou ser bom em tudo, então é necessário decidir o que fazer para algo seja efetivamente realizado. As frases de Paulo Coelho também podem ser encontradas ao longo de suas obras e atribuídas a seus personagens.

Os livros de Paulo Coelho

Se formos colocar os livros de Paulo Coelho em uma única estante só poderíamos afirmar que ela precisaria ser grande. Se pegarmos desde o ano de lançamento de sua primeira obra, “Arquivos do inferno” do ano de 1982, ele tem praticamente lançado uma nova obra a cada dois anos, em média. Sem contar adaptações e compilados. Os livros de Paulo Coelho são bem diversificados.

Curiosamente nem todos os livros de Paulo Coelho foram publicados em Portugal, o que seria facilitado já que ambos compartilham do português como língua pátria. E mais curioso ainda é que alguns têm tradução de títulos para um português bem formal, como por exemplo o livro “As Valkírias” e tiveram uma leve alteração para “As Valquírias” no país de Cristiano Ronaldo. Entretanto, os livros de Paulo Coelho não possuem alterações significativas em sua essência com essas traduções.

O alquimista de Paulo Coelho

O alquimista é o principal best-seller do escritor carioca. Paulo Coelho o publicou no ano de 1988, a temática gira em torno do destino e ele é simplesmente a obra brasileira mais traduzida em todos os tempos. São mais de setenta traduções e mais de cento e cinquenta milhões de exemplares ao redor do globo. O que o coloca entre as literaturas mais vendidas em todos os tempos também. Embora tenha vendido os direitos sobre o livro para adaptação cinematográfica, nunca saiu um curta do filme, para a felicidade de Paulo Coelho, que não é muito fã desse tipo de adaptações. Outra curiosidade, é que o autor disponibilizou alguns capítulos da obra em versão digital, para que as pessoas tenham o gostinho de lê-lo, e isso impulsionou novamente a venda de volumes dessa obra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *