Menu fechado

Vik Muniz

Vik Muniz

Vik Muniz: é a forma como é conhecido Vicente José de Oliveira Muniz. Ele é um artista plástico brasileiro que atualmente reside nos Estados Unidos da América. Vik Muniz ficou famoso por fazer uso de materiais não muito convencionais em suas obras de arte, como por exemplo: entulhos provenientes de demolição, “lixo”, alimentos de diversos tipos incluindo, pastas de amendoim, caldas de chocolate e açúcar. Fotografias e pinturas estão inclusas nas suas autênticas obras de arte.

A impactante sutileza da arte de Vik Muniz é o que a torna tão peculiar, usar materiais incomuns e simples de achar para obras que passam mensagens de conscientização é algo autêntico e genuíno dele.

O publicitário Vik Muniz impacta com sua arte, oriundo de uma tradicional faculdade particular no estado de São Paulo ele foi capaz de inspirar documentários vencedores de prêmios nacionais e internacionais. As obras de Vik Muniz são consideradas valiosíssimas no mundo artístico, tanque é possível encontrar suas obras em diversos museus espalhados pelo globo, dentre os principais museus que expõe suas obras estão: museu de arte contemporânea do sul da Flórida, museu de arte contemporânea de Seattle entre outros.

A biografia de Vik Muniz

A biografia de Vik Muniz origina-se na cidade de São Paulo, a terra da garoa e centro econômico do Brasil, no vigésimo dia de Dezembro em 1961. Fruto da união do casal pernambucano Vicente Lopes e Maria C. De Oliveira Muniz, Vik Muniz estudou em São Paulo mesmo, na FAAP (Fundação Armando Alvares Penteado), instituto no qual graduou-se em Publicidade, como consta a biografia de Vik Muniz.

Por volta dos 20 anos de idade, dia a biografia de Vik Muniz, ele mudou-se para a cidade de Nova York, no estado de NY nos Estados Unidos da América. Após alguns anos, o artista começa a desenvolver suas técnicas para elaborar uma arte diferenciada, que recorre a exploração perceptiva e representação das suas imagens por meios diferenciados. Provindo de materiais exóticos, para síntese artística, como restos de entulho, lixo, alimentos entre outros, como conta a biografia de Vik Muniz.

A história de Vik Muniz

A história de Vik Muniz te sequência nos anos seguintes. Após muitas fotos registrada ele chega no 2000, ano em que pública seu livro “Clayton Days”, que nada mais é que um compilado das fotos capturadas, do local em que residia, por ele no período em que habitava Pittisburgh, nos Estados Unidos da América. Nessa parte de a história de Vik |Muniz, o artista foi capaz de captar o lugar através do olha de uma criança.

Qual a nacionalidade de Vik Muniz?

Embora ele tenha mais prestígio fora do Brasil que dentro, ele é brasileiro.

Onde Vik Muniz nasceu?

Não basta ser brasileiro, Vik Muniz é paulista! Ele é oriundo da cidade de São Paulo, SP.

Por que Vik Muniz é considerado um artista contemporâneo?

Simples, pelo fato de sua técnica ser inovadora ele pode ser considerado um artista contemporâneo.

Nos anos seguintes, a história de Vik Muniz continua muito engenhosa, passou a retratar a imagem de pessoas famosas brasileiras, como o até então presidente Luís Inácio Lula da Silva, o Lula, e o rei do futebol, Pelé. Posteriormente lançou outro livro que agrupava retratos retirados de outras obras já expostas do autor. Porém, o momento em que a história de Vik Muniz trouxe mais reconhecimento ao artista foi em 2010, quando o documentário “Lixo Extraordinário” deu mais visibilidade ao trabalho do autor, relatando sobre a obra do autor feita com catadores de lixo no estado do Rio de Janeiro.

Como Vik Muniz tornou-se artista?

Quando mudou-se para EUA, Vik Muniz começou a desenvolver suas técnicas diferenciadas, e suas fotografias já começavam a ser vistas como obra de arte. Sua fama começou a crescer fora do Brasil. Porém, ironicamente, o artista passou a ter alguma visibilidade e a ser considerado como artista em sua terra natal a partir do momento em que o documentário britânico “Lixo Extraordinário” começou a ganhar destaque em todos os festivais pelo qual passava. O documentário, que não foi feito por Vik Muniz, baseava-se em sua obra para retratar a respeito da vida dos coletores de lixo da cidade de D. de Caxias, no estado de RJ.

A arte de Vik Muniz

A arte de Vik Muniz, como já foi dito, não é nem um pouco tradicional. Porém ela baseia-se na captação de imagens/retratos gerados através de materiais não convencionais. Por exemplo, retratos de personalidades feitas com comida. Sim, com comida. Ele foi capaz de reconstruir a mais famosa obra de arte do mundo, o quadro “Monalisa”, com pasta de amendoim, e capturava imagens da sua obra única para criar uma arte genuinamente própria. A arte de Vik Muiniz parece não ter limites para a criatividade.

A arte de Vik Muniz é tão valorizada, que atualmente é compõe acervos e galerias de obras, tanto particulares como em museus. Além de exposições em território americano, a arte de Vik Muniz foi exposta em solos: mexicano, canadense, australiano e brasileiro. A obra do artista não é feita apenas para apreciadores natos de arte, ela tem o objetivo de impactar e conscientizar pessoas que não estão habituadas a frequentar galerias de arte, nem museus. Que são passeios muitas vezes associados a um público mais “cult” e seleto.

As obras de Vik Muniz

As obras de Vik Muniz são muitas. Talvez a mais recente de maior destaque tenha sido o seu gigantesco mosaico, confeccionado na abertura paraolímpica do jogos no Rio de Janeiro, no ano de 2016. Uma curiosidade sobre esta obra é que elas tiveram suas peças carregas pelas delegações de entravam em ordem alfabética na cerimônia. Seus mosaicos obtêm destaque nos metrôs da cidade de Nova York, local onde começou a ser reconhecido como artista. Porém essas não são as obras de Vik Muniz mais famosas.

As obras de Vik Muniz mais famosas são sem sobra de dúvidas seus retratos capturados. De forma geral as obras de Vik Muniz são dispostas sobre uma superfície plana, e confeccionam alguma imagem, as vezes de pessoas ou cenários, outras “reimaginando” obras já consagradas, como a obra-prima de Leonardo da Vinci, Monalisa. Porém, a imagem é constituída de materiais alternativos, não tinta, mas sim coisas surpreendentes como o lixo, alimentos, arames, entulhos entre outros. E só então a fotografia é capturada para finalizar sua arte.

Como Vik Muniz tornou-se artista

Quando chegou aos Estados Unidos, Vik Muniz foi convidado a expor seus desenhos. Eles eram fotografados e acabavam sendo enviados para periódicos, onde começaram a dar fama para o artista. Posteriormente ele foi elaborando suas imagens e cada vez mais ganhava notoriedade. Quando suas obras passavam a ser inúmeras, ele as compilava em livros, que se tornavam praticamente uma mini-galerias de arte do autor, com seus trabalhos mais conceituados até então. Após a divulgação do documentário do lixo, a fama de Muniz disparou, e passou a ser valorizado no mundo todo, inclusive no Brasil. Sus obras adquiriram altos valores financeiros e tornaram-se inestimáveis para seus apreciadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *